Agência Direito Fácil

Escritório físico para advogados: ter ou não ter?

advocacia-livro

Muitos advogados acreditam que só podem advogar em um escritório físico, será que é verdade? Continue a leitura para descobrir.

Ter um escritório físico para advogados não é uma obrigação, até porque lidar com um custo mensal é bem complicado, ainda mais para quem está começando.

Existem muitas despesas que o escritório físico pode gerar como: aluguel, internet, energia, computadores, por exemplo.

Para entender mais sobre o escritório físico e a sua importância, continue lendo o artigo de hoje.

Escritório físico para advogados: devo ter ou não?

Possuir o escritório físico pode ser uma opção ou não, pois existem os espaços alugados com tudo incluso, o chamado Coworking.

Outra opção é optar pela forma home office que é bem mais simples e econômica.

  • Escritórios compartilhados:

Algumas partes da OAB oferecem essa opção para o profissional de advocacia, os escritórios compartilhados disponibilizam toda a estrutura física essencial para o seu trabalho como sala de reunião, internet, etc.

Cada empresa tem suas regras específicas para utilizar o escritório compartilhado, alguns exigem que o profissional tenha o pagamento da anuidade em dia.

Outros pedem apenas a confirmação na OAB, alguns escritórios compartilhados que estão disponíveis são em Minas Gerais, Tocantins, Espírito Santo, e assim por diante.

Esse escritório é uma opção excelente para você conseguir atender seus clientes de forma profissional sem nenhum custo adicional, com exceção do custo da anuidade que a OAB exige.

  • Coworking:

O coworking como citamos antes, é um modelo que está bem famoso, principalmente nessa fase de quarentena, onde o home office se tornou necessário.

Trata-se de  um escritório que é pago entre você e outras pessoas do mesmo ambiente.

Nesse ambiente você terá internet, luz, água, telefone, endereço fiscal, e várias outras coisas inclusas na mensalidade. Mas cada coworking tem suas formas de trabalhar.

O coworking vale muito a pena porque é bem econômico, já que você não precisará gastar tanto como em um espaço seu.

Além disso, esses espaços investem muito em inovação e isso pode te ajudar a se destacar no mercado.

  • Home office:

Essa forma tem suas vantagens e desvantagens como:

  • Não precisa sair de casa, dessa forma, economiza seu tempo e o dinheiro.
  • Possibilidade de fazer seu próprio horário
  • Possível ter mais concentração em um ambiente próprio.

As desvantagens são:

  • Você trabalhará sozinho.
  • É difícil equilibrar o trabalho, com a preguiça e o lazer
  • É mais difícil a atração de clientes, pois você passará bastante tempo em casa.

Agora que você sabe as possibilidades, vamos te ajudar a entender o que é essencial em um escritório online.

Um bom escritório virtual precisa ter:

  • Novos ambientes para reuniões:

A tecnologia está sempre avançado, e isso faz com que os profissionais de advocacia tenham mais opções para realizar  reuniões online. 

Mas, essa possibilidade não anula a necessidade das reuniões presenciais. Isso por que, elas são importantes para criar um vínculo, firmar aquele contato.

Algumas pessoas gostam do contato físico para realizar essas consultas jurídicas, opte pelo coworking que dará muito certo.

Por fim, saiba que é uma boa ideia o escritório virtual, mas tenha um escritório físico também para atender pessoalmente, mas faça o atendimento apenas com agendamento.

  • Ferramenta de gestão de negócio:

Um software jurídico é perfeito para te ajudar com a gestão do seu escritório virtual.

Conseguir unir os dados dos seus clientes em uma plataforma é ótimo porque vai facilitar muito seu trabalho.

O software jurídico te ajuda com a segurança, pois pode realizar backups para não perder nenhum dado.

  • Ferramentas para encontros online:

Investir em uma boa câmera de vídeo pode ajudar bastante nas suas reuniões e atendimentos.

Isso será um diferencial entre os seus possíveis clientes e pode aumentar sua renda.

Dicas para trabalhar na advocacia em home office

  • Se organize e tenha disciplina:

A ideia de trabalhar em home office pode ser boa, mas é necessário conseguir manter o foco.

A maioria reclama que não consegue ser produtivo, dessa forma comece organizando sua semana.

Escolha um local que seja calmo para conseguir ter foco e ser produtivo, separe todos os materiais que são essenciais e se você mora com mais de uma pessoa, avise que esse é o seu momento de trabalho e precisa de silêncio.

Mas se a sua dificuldade é disciplina, defina um horário para seguir certinho e conseguir ser mais produtivo.

Por fim, separe uma agenda para definir tudo isso e organizar seu dia.

  • Canal de comunicação:

É importante manter um bom contato de comunicação com seus clientes para atendê-los.

Disponibilize suas redes sociais para oque seu cliente precisar, dessa forma, ele vai conseguir entrar em contato com você.

Lembre-se que todo advogado tem o compromisso ético de gerar informação ao consumidor. Logo, se mostre livre e indique recursos para atendê-lo sempre que precise, inclusive em uma estrutura física.

Além de ser uma ordem esperada no Código de Ética, dar importância ao consumidor é algo que indica uma conduta profissional crítica e comprometida, que claro transmitirá confiança àquele que trata seus afazeres.

Conclusão

Dessa forma, agora você pode decidir se o escritório físico para advogados é bom para você ou se é melhor se manter no home office.

Creio que é algo muito novo para alguns, mas acredito ser uma grande opção para aqueles que não apresentam um escritório físico, assim seja por impossibilidade ou até mesmo por alternativa.

Dessa forma, é possível perceber que não é obrigado ter um escritório físico na advocacia, afinal existem outras possibilidades.

Atualmente o mais importante para trabalhar é possuir um celular e notebook para te ajudar a atender seus clientes.

Mas, na hora de decidir qual a melhor opção de escritório, analise bem os custos e como o seu público alvo entrará em contato com você.

Por conta da pandemia, por enquanto opte pelo home office para sua segurança e dos seus clientes também.

Se for passar para um escritório, tome cuidado com a parte de publicidade para não quebrar nenhuma regra da OAB, por isso, fique atento a essas regras que são muito importantes.

Esperamos que esse conteúdo tenha esclarecido todas as suas dúvidas e não esqueça de compartilhar.

Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários ou entre em contato conosco pelas redes sociais.

Até o próximo artigo!