Agência Direito Fácil

Erros na identidade visual: 5 enganos que seu escritório deve evitar

erros na identidade visual

Confira 5 erros na identidade visual para não os repetir e adquirir maior autoridade no ramo jurídico

Historicamente, empresas e escritórios de advocacia em geral cometem alguns erros na apresentação de suas marcas. Ao fazerem isso, perdem clientes para concorrentes e não se destacam no mercado. Por isso, é muito importante que você entenda o que não se deve fazer em identidade visual, ao entender os 5 erros na identidade visual. Desse modo, evitará cometer esses erros e terá uma comunicação muito mais eficaz, gerando maior autoridade no ramo jurídico e atraindo mais clientes para seu escritório de advocacia.

5 erros na identidade visual para escritório de advocacia

A comunicação de um escritório de advocacia exige um planejamento minucioso, para evitar erros que atrapalhem a persuasão de possíveis clientes. Mesmo assim, é possível que haja erros em identidade visual para escritório de advocacia, devido a falhas no planejamento. Diante desse cenário, é importante que você compreenda quais são os 5 erros na identidade visual que você poderá cometer e que saiba como evitar cada um desses.

1. Não ser congruente com os valores do escritório de advocacia

Primeiramente, é importante entender qual é a importância da identidade visual ser congruente com os valores do escritório de advocacia. Diante disso, constata-se que estratégias de identidade visual que não são congruentes com os valores do escritório transmitem uma mensagem muito superficial e não atraem o cliente. Nesse cenário, falta a personalidade da empresa na comunicação, o que a torna genérica. Por conseguinte, a comunicação que não aprofunda nos valores da empresa se perde diante da concorrência.

Outro fator importante é que a formação de um vínculo entre prospect e escritório de advocacia se tornará mais difícil. Afinal, com a omissão dos valores que o escritório possui em sua comunicação, complica para o indivíduo compreender o modo de atuação deste na prestação de serviços. Este é um dos erros na identidade visual mais basilares, por abranger uma esfera muito geral.

2. Excessos na comunicação

Uma parcela das pessoas crê que uma comunicação com excesso de componentes é atrativa, quando na realidade, é cansativa e polui o design da marca. Portanto, para evitar este que é um dos erros na identidade visual que seu escritório de advocacia deve evitar, é importante que você opte por uma conduta mais minimalista. Inclusive, esta conduta transmite maior sobriedade e seriedade na comunicação. Todavia, não alcance o outro extremo que consiste na omissão de informações essenciais na comunicação.

A partir deste equilíbrio, você compreenderá que até mesmo a paleta de cores não deve ser excessiva. Por isso, no abrangente ramo da identidade visual, você poderá passar por dificuldades na escolha de cores para logotipo e outros componentes. Nesse cenário, evite combinações muito fortes que acabem saturando o prospect e o desgastando visualmente. Além disso, minimize o uso de degradês e sombras, para evitar o excesso de estimulação no cliente.

3. Rebuscamento desnecessário

A comunicação nunca deve se pautar no orgulho de quem está planejando-a, mas na persuasão do prospect. Portanto, evite rebuscamento em suas estratégias de comunicação, consistindo em um dos erros na identidade visual. Ao fazer isso, você terá uma comunicação mais clara e precisa, atingindo o público-alvo com maior facilidade. Afinal, o conteúdo será mais claro e a assimilação dos valores, missão e visão do escritório terá maior sucesso, por canalizar a visão do prospect para o que é mais importante na comunicação.

Portanto, quanto menos rebuscada for a sua identidade visual, mais ela será clara. Desse modo, transmitirá a mensagem que é de interesse do seu escritório de advocacia com maior facilidade. Inclusive, ao evitar rebuscamento nas estratégias de identidade visual, você também reduzirá a probabilidade de ter uma comunicação repleta de excessos.

4. Falta de uniformidade

Para que haja uma integração de sua comunicação, a partir do estabelecimento de uma identidade visual única, é necessário que haja uniformidade nos diferentes meios. Ou seja, suas diferentes redes sociais e até mesmo canais físicos de comunicação devem possuir uma integração tanto na publicação de conteúdos, quanto na identidade visual. Por exemplo, tanto o LinkedIn de seu escritório de advocacia quanto o Instagram devem ter um design semelhante, para que evidencie que se trata do mesmo escritório.

No entanto, esteja atento para que você não possua uma comunicação excessivamente padronizada em suas redes. Afinal, para evitar este que é um dos erros na identidade visual, é importante que você mantenha a personalidade da marca e gere uma certa proximidade. Desse modo, suscitará engajamento entre os usuários e a página. Essa necessidade de distinção sutil entre os canais de comunicação também se deve à diferença entre o modus operandi de cada uma dessas redes sociais e do público que as frequenta.

Para aplicar a um nível mais prático, note que até mesmo o modo de publicar é diferente, a depender do canal de comunicação. No Facebook se utiliza mais textos, enquanto que no Instagram, imagens. Em contrapartida, o Twitter possui uma linguagem sucinta, com grande importância das hashtags. Enquanto isso, o LinkedIn possui maior enfoque nas relações profissionais, com maior formalidade, sendo uma ferramenta importante para gerar maior autoridade para seu escritório de advocacia.

Por fim, é importante ter em mente que todas essas redes sociais possuem suas especificidades, o que demonstra a importância de mudar a abordagem em cada uma delas. Por outro lado, tome cuidado para não desviar a comunicação de sua identidade visual, dissociando-a em estratégias muito distintas para cada rede social.

5. Não explorar diferentes canais

Há diversos canais em que se pode fortalecer a sua marca, gerando maior autoridade para seu escritório de advocacia. Um dos erros na identidade visual é não prestar atenção aos detalhes e negligenciar a identidade visual neles. Nesse cenário, é importante que você explore esses elementos visuais em redes sociais e até mesmo em componentes físicos. Dentre esses componentes, estão: banner, envelope, pasta, papel timbrado e muito mais.

Muitos destes elementos são importantes também para o próprio atendimento ao cliente, durante a execução do serviço. Por isso, a comunicação indireta através da identidade visual é eficaz por esses meios, potencializando a internalização dos valores transmitidos por meio da comunicação. Além disso, é um modo eficaz de reforçar a autoridade do escritório de advocacia no ramo jurídico.