Agência Direito Fácil

Entenda o algoritmo do Google e fortaleça seu SEO

Algoritmo do Google

Confira as mudanças que ocorreram no algoritmo do Google nos últimos anos e saiba o que fazer para melhorar o SEO de seu site

O SEO consiste na otimização dos mecanismos de busca e é o responsável para que seu conteúdo se destaque na internet. Portanto, se você quer definir estratégias precisas de marketing digital, é essencial que entenda como otimizar seu conteúdo para o algoritmo do Google. Afinal, esse algoritmo funciona conforme uma inteligência artificial que irá colocar seu site em uma posição de destaque ou não, conforme seus critérios. Por isso, entenda como funciona o algoritmo da principal ferramenta de busca da internet e saiba quais são os critérios que o Google usará para ranquear seu conteúdo.

Algoritmo do Google: entenda como funciona

Primeiramente, é importante entender que algoritmo consiste na classificação sistemática de diversos componentes para se chegar a um resultado. Por isso, é importante que você siga as técnicas de SEO, para que os algoritmos dos mecanismos de busca consigam encontrar seu conteúdo com maior facilidade e torná-lo mais visível. Diante disso, o algoritmo atual do Google se chama Bert e tem como principal foco o contexto das buscas. Desse modo, o SEO de seu site deve levar em conta exatamente o que a pessoa está pesquisando, o que exige coerência no conteúdo.

Inclusive, esse enfoque no contexto foi a principal mudança do Bert, em relação ao algoritmo anterior do Google. Afinal, anteriormente, o foco principal era nas palavras-chave. Desse modo, o antigo algoritmo não levava tanto em conta o contexto, o que gerava resultados equivocados.  Vale destacar que desde 2015, com o RankBrain, o Google inseriu inteligência artificial e machine learning em seu algoritmo. Por conseguinte, a própria empresa consegue estimular o desenvolvimento da inteligência por trás do mecanismo de busca, por meio de treinamentos antes de operacionalizá-la.

Funcionamento do algoritmo: mobile-friendly e evitamento de spam

Outro ponto importante é avaliar se a sua página é mobile-friendly, já que agora páginas mobile-friendly têm prioridade nos mecanismos de busca. Por isso, é fulcral que você formate o seu conteúdo para que ele seja legível também em dispositivos móveis. Tudo começou com o Mobileggedon em 2015, em que ser mobile-friendly se tornou um fator de ranqueamento. Porém, o ápice ocorreu com o Mobile-First-Index, em que este fator se tornou o principal para ranquear.

Inclusive, vale ressaltar um dos fatores mais antigos de ranqueamento do Google que é penalização de páginas com conteúdo de baixa qualidade e com excesso de palavras-chave. Isso começou com o Panda, em 2011, o que foi muito importante para o crescimento dessa própria ferramenta de busca. Afinal, o usuário ficava insatisfeito quando o mecanismo de busca o direcionava para sites com conteúdo fraco e palavras-chave excessivas, apenas para ter maior visibilidade.

Quais são as atualizações no algoritmo do Google?

A partir da compreensão do algoritmo do Google, com base em uma análise retrospectiva, você já deve ter uma certa noção de quais foram as atualizações que este algoritmo passou. Com base nisso, confira abaixo uma lista de atualizações que o sistema desse mecanismo de busca teve e entenda o que mudou em cada uma delas.

Panda

Surgiu em 2011 e teve um papel essencial para que o Google adquirisse maior profissionalismo e autoridade, como ferramenta de pesquisa. Assim, o Panda penalizou sites com conteúdos de baixa qualidade e com excesso de palavras-chave. Além disso, essa atualização atuou contra a prática Link Farm que consiste em manipular o ranqueamento da página, com a utilização de links externos.

Penguin

O Penguin que se traduz como Pinguim, surgiu em 2012, com o intuito de complementar a atualização do Panda. Para isso, o Penguin atua na penalização de artigos com links de baixa qualidade. Desse modo, esta atualização prioriza conteúdos que insiram links de saída com alta qualidade, em prol da satisfação do usuário.

Hummingbird 

Tendo sua gênese em 2013, o Hummimngbird tem como intuito melhorar a classificação dos resultados de pesquisa. Isso se deve ao fato de que esta atualização procura transferir a importância da correspondência exata da palavra-chave para a compreensão das intenções de busca. Desse modo, o Hummingbird é um prenúncio para o surgimento da atualização Bert em 2019, já que se concentra no esforço em centrar as pesquisas no contexto e não apenas no uso de palavras-chave.

Mobilegeddon

Como você já pôde constatar anteriormente, o Mobilegeddon faz com que o mobile-friendly passe a ser um fator de ranqueamento. Assim, esta atualização também consta como um prenúncio para a Mobile-First Index, a partir do momento em que se valoriza o papel do celular para os mecanismos de pesquisa.

RankBrain

O RankBrain surgiu em 2015 e teve um papel essencial para a modernização do algoritmo do Google. Afinal, esta atualização foi a responsável por incluir inteligência artificial e machine learning no sistema de avaliação do Google, com o intuito de melhorar a compreensão da intenção que o usuário tem ao realizar alguma pesquisa.

Mobile-First Index

O Mobile-First Index é uma nova atualização do Google que se tornou essencial para quaisquer páginas que queiram ter bom ranqueamento nessa ferramenta de busca. Diante disso, o Google passou a considerar as páginas mobile-friendly como prioridade nas pesquisas. Portanto, agora os sites terão que adaptar seu conteúdo à versão mobile, caso queiram obter um bom ranqueamento.

BERT

O Bert surgiu em 2019 e foi uma atualização importante que incluiu um sistema de inteligência artificial especializado no processamento da linguagem natural. Desse modo, essa atualização deseja compreender como a pessoa realiza as pesquisas nesta ferramenta de busca, incluindo a compreensão dos erros lógicos que ela poderá cometer ao pesquisar o tema. Assim, o processo de ranqueamento ficará mais próximo da realidade humana, o que tende ao aumento da satisfação do usuário.

Relação entre Algoritmo do Google e fortalecer SEO

Para fortalecer o SEO de seu site e conseguir alcançar bons resultados de pesquisa, destacando seu escritório de advocacia da concorrência, é essencial que você entenda como funciona o algoritmo do Google. Portanto, é muito importante que você verifique as características de cada uma dessas atualizações do algoritmo e saiba como otimizar seu conteúdo, para satisfazer os critérios dessa ferramenta de busca e obter maior tráfego.